Horário do Cartório

Segunda das 10h às 12h;

Sexta das 16h às 17.45h.
 

Boletim Paroquial
Boletim 369 - II Domingo da Quaresma - Ano A - 08-03-2020
Crónica para o Domingo da Solenidade de Cristo Rei - Ano C - 20 de novembro de 2022

 

 

Solenidade Cristo Rei do Universo

Ano C

«Pedir…»

 

Cristo que és o meu Rei…
Hoje, não Te peço por pedir…
Peço-Te para que a Juventude Te anseie.
Peço-Te para que o espírito da Humanidade se mantenha jovem.
Peço-Te para conseguir acompanhar a evolução dos tempos, ao serviço de cada Batizado.
Peço-Te que sejas a Voz de Perdão que comanda os pés de quem sofre com a maldade humana.
Peço-Te que abram portas de par em par para Te acolher e para Te amar, infinitamente.
Peço-Te que a Esperança acenda a Fé, que vagueia na Alma.
Peço-Te que Te encontrem, urgentemente.
Peço-Te que vejam a Tua Luz!

No Domingo em que celebramos o encerramento do ano Litúrgico C,
onde nos despedimos do Evangelista da Misericórdia, das Parábolas,
peço a intercessão de S. Lucas para nos refrescar o rosto com o belo diálogo entre Jesus e Dimas.

Hoje, que cada um de nós seja Dimas…
Capaz de pedir a Jesus o Seu infinito olhar… A Sua Misericórdia!
Capaz de reconhecer no Homem Crucificado e Humilhado por todos, O Salvador da Humanidade inteira.
Aquele que é o Messias de Deus, o Eleito… Mas que vem e se faz homem, como eu e como tu.

É tempo de pedir…

Nesta oração de petição coloquemos o “Temor a Deus“ num patamar superior:
No “Ter Amor” a Deus, Pai e criador.
Assim, viveremos plenamente ao sabor do vento e da liberdade divina,
que a juventude tanto procura neste mundo de terra árida,
onde O Cristo plantou a Sua Palavra de Salvação.
Ainda hoje, poderemos colher os frutos dessa semente…
O fruto mais abundante será o Amor!

Onde há amor nascem gestos e aí habita [e habitará para todo o sempre] Deus.

Tu que és jovem [em Espírito e verdade]… Vem procurá-Lo!
Peço-te!

Arquidiocese

ANO PASTORAL
"Juntos no caminho de Páscoa"

[+info e Calendário]

 

Desejo subscrever a newsletter da Paróquia Nossa Senhora da Lapa
Liliana Dinis | Póvoa de Varzim| 30 Jan 2022
Crónica para o IV Domingo do Tempo Comum - Ano C - 30 de Janeiro de 2022
Caridade
PARTILHAR IMPRIMIR
 

 

 

IV Domingo do Tempo Comum 

Ano C

«Escolher…»

 

Foste escolhido pelo Pai para proclamares a salvação pelos quatro cantos da Terra.
Aceita o desafio que vem albergado no teu peito.
Toma-o no teu ventre, como a tua mãe também te acolheu.
Deseja com ardor mostrar ao mundo o caminho de perfeição: A Caridade.
Sê o espelho desse Amor que tudo suporta e tudo sustenta… tudo perdoa e tudo crê.

Hoje, a liturgia do IV Domingo do Tempo Comum, do Ano C,
escolhe cada um de nós para semearmos a Boa Nova, no coração de quem nos rodeia.
É hora de ser o reflexo de Jesus e escutar:
«Todos davam testemunho em seu favor e
se admiravam das palavras cheias de graça que saíam da sua boca.»

Somos os Profetas deste tempo.
Mas, o agora leva-nos para o meio da azáfama diária. Como Jesus, somos colocados à prova.
Precisamos ter os pés firmes na palavra de Deus para seguirmos em frente, no caminho traçado pelo Pai.

O Hino da Caridade, escrito por S. Paulo, é a escolha certa para rezar durante esta semana.
Meditemos cada palavra no nosso coração, pois onde há Amor nascem gestos!

«A caridade é paciente, a caridade é benigna;
não é invejosa, não é altiva nem orgulhosa;
não é inconveniente, não procura o próprio interesse;
não se irrita, não guarda ressentimento;
não se alegra com a injustiça, mas alegra-se com a verdade;
tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

O dom da profecia acabará, o dom das línguas há-de cessar, a ciência desaparecerá;
mas a caridade não acaba nunca.

De maneira imperfeita conhecemos, de maneira imperfeita profetizamos.
Mas quando vier o que é perfeito, o que é imperfeito desaparecerá.

Quando eu era criança, falava como criança, sentia como criança e pensava como criança.
Mas quando me fiz homem, deixei o que era infantil.

No presente, nós vemos como num espelho e de maneira confusa; então, veremos face a face.
No presente, conheço de maneira imperfeita; então, conhecerei como sou conhecido.

Agora permanecem estas três coisas: a fé, a esperança e a caridade; mas a maior de todas é a caridade.»

Forma breve 1 Cor 13, 4-13

PARTILHAR IMPRIMIR
Documentos para Download
Paróquia de Nossa Senhora da Lapa
Casa Paroquial
Morada

Rua padre Manuel Marques Silva, s/n
4490-582 Póvoa de Varzim

TEL

252624200

FAX

252620975

Cartório Paroquial

Cartório Paroquial - Horários

Segunda das 10h às 12h;

Sexta das 16h às 17.45h.

Confissões

Confissões

Visitas aos Doentes

Visitas aos Doentes 

 

Párocos