Horário do Cartório

Segunda das 10h às 12h;

Sexta das 16h às 17.45h.
 

Boletim Paroquial
Boletim 369 - II Domingo da Quaresma - Ano A - 08-03-2020
Crónica para o Domingo da Solenidade de Cristo Rei - Ano C - 20 de novembro de 2022

 

 

Solenidade Cristo Rei do Universo

Ano C

«Pedir…»

 

Cristo que és o meu Rei…
Hoje, não Te peço por pedir…
Peço-Te para que a Juventude Te anseie.
Peço-Te para que o espírito da Humanidade se mantenha jovem.
Peço-Te para conseguir acompanhar a evolução dos tempos, ao serviço de cada Batizado.
Peço-Te que sejas a Voz de Perdão que comanda os pés de quem sofre com a maldade humana.
Peço-Te que abram portas de par em par para Te acolher e para Te amar, infinitamente.
Peço-Te que a Esperança acenda a Fé, que vagueia na Alma.
Peço-Te que Te encontrem, urgentemente.
Peço-Te que vejam a Tua Luz!

No Domingo em que celebramos o encerramento do ano Litúrgico C,
onde nos despedimos do Evangelista da Misericórdia, das Parábolas,
peço a intercessão de S. Lucas para nos refrescar o rosto com o belo diálogo entre Jesus e Dimas.

Hoje, que cada um de nós seja Dimas…
Capaz de pedir a Jesus o Seu infinito olhar… A Sua Misericórdia!
Capaz de reconhecer no Homem Crucificado e Humilhado por todos, O Salvador da Humanidade inteira.
Aquele que é o Messias de Deus, o Eleito… Mas que vem e se faz homem, como eu e como tu.

É tempo de pedir…

Nesta oração de petição coloquemos o “Temor a Deus“ num patamar superior:
No “Ter Amor” a Deus, Pai e criador.
Assim, viveremos plenamente ao sabor do vento e da liberdade divina,
que a juventude tanto procura neste mundo de terra árida,
onde O Cristo plantou a Sua Palavra de Salvação.
Ainda hoje, poderemos colher os frutos dessa semente…
O fruto mais abundante será o Amor!

Onde há amor nascem gestos e aí habita [e habitará para todo o sempre] Deus.

Tu que és jovem [em Espírito e verdade]… Vem procurá-Lo!
Peço-te!

Arquidiocese

ANO PASTORAL
"Juntos no caminho de Páscoa"

[+info e Calendário]

 

Desejo subscrever a newsletter da Paróquia Nossa Senhora da Lapa
Liliana Dinis | Póvoa de Varzim| 27 Fev 2022
Crónica para o VIII Domingo do Tempo Comum - Ano B - 27 de Fevereiro de 2022
PARTILHAR IMPRIMIR
 

Cântico

 

 

VIII Domingo do Tempo Comum 

     «Impurezas…»  

    Ano C

Cada ser humano deveria nascer com um crivo…
Evitaria que o nosso corpo mortal se tornasse corruptível…
Seríamos como árvores de bons frutos…
Louvaríamos o Senhor, Nosso Deus, porque onde há Amor, nascem gestos!

Os Sonhos… as utopias…
permitem que, por momentos, ainda acreditemos que não somos uma espécie de impureza pura,
a deambular pela terra.
Somos criaturas magníficas que Deus, nosso Pai, criou para amar o outro.
Somos pontos de luz que não se iluminam, mas que guiam os que andam cegos pelo poder desmedido.

Hoje, a liturgia do 8º Domingo do Tempo Comum, do Ano C,
refina a nossa missão de Evangelizadores da Boa Nova e denunciadores do mal:
«O homem bom, do bom tesouro do seu coração tira o bem;
e o homem mau, da sua maldade tira o mal.»

Cada um de nós só dá o que tem no coração…
Se carregas o peito com bondade, praticar o bem é natural.
Mas, se abasteces os olhos com rancor e discórdias, semear o ódio é o que fazes de melhor…
No entanto, há sempre a oportunidade para abrires os ouvidos às palavras que saem da boca do teu irmão;
há sempre um bom motivo para calçares os sapatos de quem sofre;
há sempre forma de sentires o perfume delicado da Paz.

Quando as impurezas que habitam o nosso ser interior nos matam a vida próspera que Deus nos dá,
é urgente usarmos o tal crivo que escondemos num cantinho remoto do nosso corpo.
Perante a guerra… usa o coração e não dispares a arma da acusação e da hipocrisia.

Neste exato momento, há vidas que precisam da nossa esperança.
O mundo precisa da Fé Cristã.
A humanidade precisa de ti e de mim…

No século passado Nossa Senhora, em Fátima, pediu aos Pastorinhos,
nesta semana o Papa Francisco pede a cada um de nós: Oração e Jejum.
A Oração é a arma mais poderosa que possuímos. Usemo-la sem medo.
Vamos limpar o mundo e a nossa vida das impurezas que nos cegam.
Que a nossa boca fale do que transborda do nosso coração…

Durante esta semana cantemos:

 
https://www.youtube.com/watch?v=8x0JpATalxU

 

Miraculosa, Rainha do Céu, sob o teu manto tecido de luz,

faz com que a guerra se acabe na terra e haja entre os homens a paz de Jesus.

 

Nossa Senhora, Mãe de Jesus, dá-nos a graça da tua luz.

Virgem Maria, divina flor, dá-nos a esmola do teu amor.

 

Se em teu regaço, bendita Mãe, toda a amargura remédio tem,

as nossas almas pedem que vás, junto da guerra, fazer a paz.

 

Pelos velhinhos sem lar nem pão, pelas crianças, flores em botão,

pelos soldados que à guerra vão, Senhora, escuta nossa oração!

PARTILHAR IMPRIMIR
Documentos para Download
Paróquia de Nossa Senhora da Lapa
Casa Paroquial
Morada

Rua padre Manuel Marques Silva, s/n
4490-582 Póvoa de Varzim

TEL

252624200

FAX

252620975

Cartório Paroquial

Cartório Paroquial - Horários

Segunda das 10h às 12h;

Sexta das 16h às 17.45h.

Confissões

Confissões

Visitas aos Doentes

Visitas aos Doentes 

 

Párocos