Inscrições para a Catequese [2023/24]

Estão a decorrer as inscrições para a catequese deste próximo ano pastoral 2023/2024.

Assim, as crianças que fazem 6 anos, até 31 de Dezembro de 2023, podem ser inscritas, se assim for a vontade e fé dos pais, na proposta catequética desta comunidade paroquial. Para tal, deverão usar uma ficha própria que se encontra nas sacristias, bem como trazer a cédula da vida cristã e uma fotografia tipo passe. 
A inscrição deve ser entregue na sacristia da igreja paroquial, no final das Eucaristias, até ao dia 17 de setembro.

Apelamos ainda a que, todas as crianças/adolescentes, que frequentaram no ano transato, façam a sua reinscrição para melhor organização do ano catequético.

Para facilitar e economizar, tempo e dinheiro, pode fazer a inscrição pelo seguinte link ou qrcode:

https://forms.gle/SzCqPPs3u72MtR9J6

Boletim Paroquial
I DOMINGO DA QUARESMA
CENTRO SOCIAL E PAROQUIAL

História do Centro Social (ver)

Contacto (253 60 20 70)

Contas 2022 (ver)

Arquidiocese

ANO PASTORAL
"Juntos no caminho de Páscoa"

[+info e Calendário]

 

Desejo subscrever a newsletter da Paróquia Mire de Tibães (São Martinho)
Cartório Paroquial | 6 Nov 2023
XXXI DOMINGO DO TEMPO COMUM
XXXI Comum_ano A_Boletim de Mire de Tibães nº 526_2023-11-05
PARTILHAR IMPRIMIR
 

XXXI DOMINGO DO TEMPO COMUM, ANO A

Jesus Cristo, nosso único Mestre, volta a ser claro e conciso: ninguém é superior ao outro, todos somos irmãos, todos somos chamados ao serviço fraterno, todos juntos podemos caminhar em direção a um futuro mais humano.

FILHOS AMADOS DO PAI

Quando entra em conflito com os doutores da lei e os fariseus, Jesus Cristo não se limita simplesmente a desautorizar a hipocrisia deles, mas apresenta uma alternativa.

Jesus Cristo coloca as coisas no seu devido lugar: um só é o nosso Mestre, um só é o nosso Pai, todos somos irmãos, todos somos discípu­los. E, quem quiser ser o primeiro ou o maior, seja o servidor. Jesus Cristo é o próprio modelo: Aquele que vive de modo coerente e que ensina, não só com o conhecimento e a palavra, mas sobretudo com o testemunho da própria vida. A autoridade que torna um ensinamento confiável é a coerência de vida, a teoria é cre­dível quando está refletida no estilo de vida daquele que a proclama como válida e eficaz.

Reconhecer que todos somos irmãos inverte a lógica do poder de uns so­bre os outros, permite, como sugere o Papa Francisco, «fazer renascer, entre todos, um anseio mundial de fraternidade» (Carta Encíclica sobre a fraternidade e a amizade social, [FT] 8). Esta é a base da revolução cristã, que nos leva a reconhecer no rosto do outro um irmão, a expres­são da presença de Deus, irmão esse de quem somos chamados a ser servidores.

O apelo à fraternidade encontra «razões sólidas e estáveis» na aber­tura a Deus reconhecido como «Pai de todos» (FT 272). Em Deus, somos filhos amados. Ainda que os termos sejam os mesmos, a paternidade divina não se adequa à nossa expe­riência de paternidade humana.

Não é a palavra «Pai» que permi­te aceder à consciência de filhos amados, é Jesus Cristo, através do seu comportamento, que nos revela a essência da identidade divina: diferente da figura humana do pai, Deus é «a Fonte suprema dum amor sem “trevas”, sem sombras, sem convivência com o mal, dese­joso de convidar cada um a entrar, desde hoje, numa reciprocidade de amor» (Irmão Emmanuel, de Taizé), a qual pode realizar, «no mais profundo do ser, uma intimidade divino-humana chamada a crescer até à eternidade».

 

PARTILHAR IMPRIMIR
Paróquia de Mire de Tibães (São Martinho)
Casa Paroquial
Morada

Rua do Mosteiro, 56
4700-565 Mire de Tibães

TLM

964 434 453

Cartório Paroquial

O atendimento em cartório paroquial deverá ser agendado previamente com o Pároco, por email ou telefone.

Eucaristias

Semana

3ª feira - 19h [Mosteiro]

5ª feira - 19h [Capela de Ns Sra do Ó]

-------------

Sábado 

19h [Capela de Ns Sra do Ó]

Domingo

10h30 [Mosteiro de Tibães]

Confissões

Sempre que desejar, não hesite contactar o pároco.

Visitas aos Doentes

Sempre que desejar, não hesite contactar o pároco.

Párocos