Arquidiocese

Ano Pastoral 2021+2022

"Onde há amor, nascem gestos"

[+info]

Desejo subscrever a newsletter de Revista de Imprensa Internacional
DACS com Vida Nueva Digital | 30 Jun 2022
Ortega expulsa Missionárias da Caridade da Nicarágua
D. Silvio José Báez expressa a sua solidariedade com a congregação, que está no país há 40 anos: “Nada justifica privar os pobres de atenção caritativa”.
PARTILHAR IMPRIMIR
  © DR

Na sua luta contra a Igreja Católica, o regime de Daniel Ortega decretou a expulsão da Nicarágua das Missionárias da Caridade, a congregação emblemática fundada na Índia por Madre Teresa de Calcutá.

A medida enquadra-se numa censura muito mais ampla, já que o Governo sandinista decidiu encerrar “com urgência” até 101 entidades sociais, incluindo as Missionárias da Caridade.

 

Com os mais vulneráveis

A comunidade estava na Nicarágua há 40 anos, sempre a acompanhar os grupos mais vulneráveis ​​da sociedade.

Por esta razão, é especialmente notável que o regime de Ortega tenha justificado a sua decisão por considerar que infringiu, entre outras, a Lei Contra o Branqueamento de Capitais, o Financiamento do Terrorismo e o Financiamento da Proliferação de Armas de Destruição Maciça.

Além dessa marcante abordagem legal, a AICA, agência eclesiástica argentina, destaca que se atribui à congregação o facto de “não estar credenciada pelo Ministério da Família para funcionar como creche, centro de desenvolvimento infantil, orfanato ou asilo, e que também não possuem autorização do Ministério da Educação para tarefas de reforço de aprendizagem”.

 

Líderes estrangeiros

Além disso, o Executivo não aprova que as freiras, como denunciam, “não reportem bens fixos ou reportem as actividades realizadas na cidade de Granada, além do facto de que os seus rendimentos de doações não coincidem com os relatórios apresentados”.

Também são culpadas pelo facto de o “seu Conselho de Administração ser composto exclusivamente por pessoas estrangeiras”, enquanto a legislação em vigor há dois meses “estabelece que apenas 25% dos membros podem ser de fora da Nicarágua”.

 

Apoio de Miami

Através da suas redes sociais, D. Silvio José Báez, bispo auxiliar de Manágua e exilado em Miami há mais de dois anos, expressou a sua solidariedade com a comunidade: “Fico muito triste que a ditadura nicaraguense tenha forçado as Missionárias da Caridade de Teresa de Calcutá a deixar o país. Nada justifica privar os pobres de atenção caritativa. Sou testemunha do serviço amoroso que as irmãs prestaram. Deus as abençoe”.

Artigo de Miguel Ángel Malavia, publicado em Vida Nueva Digital a 29 de Junho de 2022.

PARTILHAR IMPRIMIR
Palavras-Chave:
Revista de Imprensa Internacional
Contactos
Morada

Rua de S. Domingos, 94 B 4710-435 Braga

TEL

253203180

FAX

253203190

Quer dar uma ideia à Arquidiocese de Braga com o objectivo de melhorar a sua comunidade?

Clique Aqui

Quer dar uma sugestão, reportar um erro ou contribuir para a melhoria deste site?

Clique Aqui