XVI Jornada da Família
Boletim EFFATHA
Effathá #307
Arquidiocese

Ano Pastoral 2021+2022

"Onde há amor, nascem gestos"

[+info]

Desejo subscrever a newsletter da Paróquia Brufe (São Martinho)
Francisco Miguel Fernandes Carreira | 11 Fev 2022
Effathá#274
Boletim Paroquial de 14 a 20 de fevereiro
PARTILHAR IMPRIMIR
 

INÍCIO DO MINISTÉRIO PASTORAL DO NOVO ARCEBISPO
O início do ministério pastoral de D. José Cordeiro na Arquidiocese de Braga decorre este fim de semana, dias 12 e 13 de Fevereiro, na Sé Catedral. No dia 12, sábado, diante do Núncio Apostólico, D. Ivo Scapolo, do Administrador Apostólico da Arquidiocese de Braga, D. Jorge Ortiga, do Bispo Auxiliar de Braga, D. Nuno Almeida, e ainda do Cabido da Sé de Braga, o Arcebispo nomeado, D. José Cordeiro, 
formaliza a tomada de posse da Arquidiocese, como Arcebispo de Braga e Primaz das Espanhas. No dia 13, Domingo, às 16h, na Sé Catedral, o novo Arcebispo celebra, com toda a Arquidiocese o Início do Ministério Pastoral. Devido às contingências da pandemia, a celebração está restrita aos convidados. No entanto, a Eucaristia será transmitida pelas redes sociais da Arquidiocese (Facebook, Youtube e TV DM).

CONSELHO ECONÓMICO: dia 17, quinta-feira, reune-se na residência paroquial.

CONFRARIA - COBRANÇA DOS ANUAIS: a Confraria do Santíssimo Sacramento irá começar a cobrança dos anuais, a partir desta semana. 

VIVER JUNTOS: O “ESTILO” DA VIDA MATRIMONIAL.
NAMORADOS:“Santidade, viver juntos todos os dias é belo, dá alegria, sustenta. Mas é um desafio a ser enfrentado. Acreditamos que devemos aprender a amar-nos.  Há um “estilo” de vida conjugal, uma espiritualidade do quotidiano que queremos aprender. O Senhor poderia ajudar-nos nisso, Santo Padre?”
PAPA FRANCISCO: Viver juntos é uma arte, um caminho paciente, bonito e fascinante. Ele não termina quando vos conquistais um ao outro… Na verdade, é precisamente aí que se inicia! Esse caminho de cada dia tem regras que podem ser resumidas em três palavras, que eu já disse, no encontro com as famílias, e que vós podeis aprender a usar entre vós: com licença, obrigado e desculpa.
“Com licença”. É um pedido gentil, para poder entrar na vida de outra pessoa com respeito e atenção. É preciso aprender a pedir: “Eu posso fazer isso? Agrada-te que façamos isso?  Tomamos esta iniciativa para educar nossos filhos? Queres sair esta noite?”… Em suma, significa ser capaz de pedir licença, para entrar na vida do outro com gentileza.
Às vezes, usam-se modos um pouco “pesados”, como as botas de montanha! O verdadeiro amor não se impõe com dureza e agressividade. Nos escritos de São Francisco, encontra-se essa expressão: “Saibam que a gentileza é uma das propriedades de Deus, é irmã da caridade, que apaga o ódio e conserva o amor” (cap. 37). Sim, a gentileza preserva o amor. E, hoje, nas nossas famílias, no nosso mundo, muitas vezes violento e arrogante, nós precisamos muito de gentileza.
“Obrigado”. Parece fácil pronunciar esta palavra, mas sabemos que não é assim… Mas ela é importante! Nós ensinamo-la às crianças, mas, depois, esquecemo-la nós! A gratidão é um sentimento importante. Lembram-se do Evangelho de Lucas? Jesus cura dez leprosos e, em seguida, apenas um deles volta para Lhe agradecer. O Senhor diz: e os outros nove, onde estão (cf. Lc.17,11-19)? Isso vale também para nós: Sabemos agradecer? No vosso relacionamento, e amanhã na vida conjugal, é importante saber agradecer, para manter viva a consciência de que a outra pessoa é um dom de Deus, e dar graças sempre. Nessa atitude interior, agradecer por tudo. Não é uma palavra amável para usar com estranhos, para ser educado. É necessário saberdes dizer ‘obrigado’ para caminhardes bem juntos.
“Desculpa”.  Na vida, nós cometemos tantos erros, tantos enganos. Todos nós. Talvez, haja um dia em que nós não façamos algo errado. Eis, então, a necessidade de usar esta simples palavra: “desculpa”. Em geral, cada um de nós está pronto para acusar os outros e para se justificar. É um instinto, que está na origem de muitos desastres. Aprendamos a reconhecer os nossos erros e a pedir desculpas. “Desculpa-me se eu levantei a voz… Desculpa-me se eu passei sem te cumprimentar… desculpa-me pelo atraso; desculpa-me por estar tão silencioso esta semana; desculpa-me se eu falei muito e não te ouvi; desculpa-me se eu esqueci”. Também assim cresce uma família cristã. Nós todos sabemos que não há a família perfeita, e até mesmo o marido perfeito ou a esposa perfeita. E muito menos a sogra perfeita! Existimos nós, os pecadores. Jesus, que nos conhece bem, ensinou-nos um segredo: nunca terminar um dia sem pedir perdão, sem que a paz retorne à nossa casa, à nossa família. Se aprendermos a pedir perdão e a perdoar-nos, o matrimónio irá durar, irá em frente.

SÍNODO - SITE: para ficar a par de tudo o que se passa sobre o Sínodo - Por uma Igreja sinodal: comunhão, participação, missão - consulte este site: www.sinodoembraga.pt. Se quiser, não sendo a melhor opção, poderá participar de forma individual. No site encontra a forma de participar.

SERVIÇO DE ATENDIMENTO: sexta-feira, dia 18, das 17h às 19h.

PARTILHAR IMPRIMIR
Documentos para Download
Paróquia de Brufe (São Martinho)
Casa Paroquial
Morada

Rua D. Jorge Ferreira da Costa Ortiga, 1582
4760-253 Brufe

TEL

252303250

Cartório Paroquial

Atendimento de cartório paroquial pelo pároco, todas as sextas feiras, das 17h às 19h.

Em princípio sempre que não for possível o atendimento do cartório no horário habitual, informar-se-á no boletim paroquial Effahtá.

Podem ainda marcar outro dia ou data por mail: saomartinhodebrufe@arquidiocese-braga.pt

 

Eucaristias

Eucaristia Semanal

Terça-feira: 19h15

Sexta-feira: 19h15

Eucaristia Dominical

Domingo: 9h45 

Confissões

Confissões

Visitas aos Doentes

Setembro

Dezembro

Março

Junho/Julho