Informações

Encontro Inicial da Formação de Voluntários para o projeto Salama!

17 Novembro 2018

 

Arquidiocese

Subsídios Semeadores de Esperança (2018/2019)
[+info]

Desejo subscrever a newsletter de Centro Missionário
CMAB | Pemba, Moçambique| 12 Jul 2018
“Terra dos sonhos”
António Simões, voluntário missionário no projeto Salama! Cooperação Missionária Braga-Pemba
PARTILHAR IMPRIMIR
  © António Simões | Ocua, Pemba, Moçambique

Um ano já passou e muitos sonhos foram concretizados, ainda que uns tenham demorado mais tempo a concretizar do que outros.

A 23 de Julho de 2017, parti para o desconhecido. Uma aventura desafiante, mas recheada de vontade, amor, sonhos e projetos, que posso agora afirmar, ter cumprido. Este foi um dos dias mais difíceis da minha vida. Tive de encarar a despedida do mundo conhecido, inconsciente daquilo que me esperava, mas sempre com vontade de fazer e realizar os meus sonhos e os de outros.

Dois aviões, milhares de quilómetros e alguma falta de sono, lá cheguei, mas não a casa, porque ainda tinha que voar até Pemba. Lembro-me que ao fazer a viagem para a minha nova casa, em Mahipa, senti todos os meus sentidos e corpo a serem preenchidos por novos olhares, aromas, luz, cores e temperaturas, que me iriam marcar de uma forma única.

Ao fim de 2h30 entrei na nossa “Avenida dos Cajueiros”, que dá acesso à nossa casa em Mahipa e aí estavam dois Homens, um mais alto que outro e com idades bem diferentes, que seriam os nossos anjos da guarda, a nossa família como eles dizem, o Herminio, mais conhecido por Caridade e o Ibraimo. Dois Homens que sempre levarei comigo, no coração e na mente.

Um ano é pouco para tudo o que queremos fazer e assimilar, mas com vontade, empenho e coração aberto dá para deixarmos uma pequena marca na vida deste povo maravilhoso e sorridente, mas no fim são eles que nos deixam uma marca extraordinariamente gigante, com o amor ao próximo, com a simplicidade em quererem saber o que temos para ensinar, para que consigam apreender o máximo possível. Mal sabem eles que ao sorrirem nos oferecem o que mais queremos: a felicidade deles.

Com o passar tempo fui conhecendo um vasto leque de lugares, de pessoas numa Diocese do tamanho de Portugal e de uma Paróquia do tamanho de Braga. “Pois é, isto é gigante!”

Em Mahipa o meu coração cresceu e ficou completo. Tudo graças ao David, Juma, Alberto, Sadique, Janeiro, Sifa, Vitória, Esménia, à minha pequena princesa Alícia, à Neima, aos Papás e Mamãs, entre muitos mais. Sem eles este ano não teria sido mesmo, sem o afeto, sem o amor, sem a ternura, sem esta Familia que deixo e digo “até já”, porque eu vou voltar assim que puder.

Agradeço também, e do fundo do coração, ao Bispo D. Luiz Fernando Lisboa, às Irmãs e aos Padres, pelo apoio, pelas confissões, pela amizade, pelo carinho que foi sem dúvida alguma a pedra basilar para o meu bem-estar e felicidade neste Moçambique que agora me pertence.

Com esta aventura, fui ensinado que para sermos felizes não precisamos de muito, basta um sorriso, um abraço, uma conversa, um simples estar mudo, repleto de compreensão e cumplicidade, como os Macuas fazem.

Perguntado às pessoas o que os fazia felizes, eles simplesmente diziam que basta termos os amigos, a família e os Manos ao nosso lado e que todos os dias são diferentes ainda que tenhamos, ou não, dificuldades. Numa outra conversa também perguntei como é que eles iam ficar quando fossemos embora da missão e com pura sinceridade disseram: “Vou morrer, vou ficar sem parte de mim, vou ficar sem o meu irmão nkuña”. Ao ouvir isto, vindo do coração, fiquei com lágrimas no canto do olho, porque sei que eu vou sentir o mesmo.

Este ano já passou, foi como se tivesse chegado ontem, e saliento que valeu a pena ter deixado tudo para trás. Ter sido acolhido e mimado e ter visto milagres a acontecerem. Realizei um sonho e ajudei a realizar muitos mais.

Kòxukuru ma òthene, miyo kinòttika nànàno!

Artigo publicado no Suplemento Igreja Viva de 12 de julho de 2018.

PARTILHAR IMPRIMIR
Documentos para Download
Centro Missionário
Contactos
Morada

Rua S. Domingos, 94 B
4710-435 BRAGA

TEL

253 203 180

FAX

253 203 190

Coordenador

Sara Poças

Quer dar uma ideia à Arquidiocese de Braga com o objectivo de melhorar a sua comunidade?

Clique Aqui

Quer dar uma sugestão, reportar um erro ou contribuir para a melhoria deste site?

Clique Aqui