Informações


Arquidiocese

Horários

Catequese Digital

[+info]

Desejo subscrever a newsletter de Departamento para as Missões
CMAB | Braga| 23 Mai 2020
CineMissão
CineMissão é a rubrica do CMAB que tem como objetivo sugerir filmes que podem ser explorados através de uma chave missionária. Queremos sugerir filmes para várias idades, que possam ser vistos e explorados em catequeses, grupos missionários, formação de adultos e mesmo em família. Gostávamos de ter o vosso retorno e sugestões! Bom filme! Boa Missão!
PARTILHAR IMPRIMIR

Filme #8 | O corpo

Realizador: Jonas McCord

Duração: 109 min.

Ano: 2001

Sinopse: Durante uma expedição, uma arqueóloga, numa escavação em Jerusalém, descobre um esqueleto muito antigo no túmulo de um homem rico. A coloração dos ossos do pulso e da perna indicam que a causa da morte foi o método romano de execução de criminosos e inimigos do Estado: a crucificação. Uma moeda de ouro encontrada carrega a marca do governador de Roma, Pôncio Pilatos. E há outros sinais que coincidem com descrições bíblicas da morte do rabino judeu Yeshu Ben Yosef, mais conhecido por Jesus, filho de José. Ao saber do corpo, o Vaticano envia um padre que tem por missão investigar se o corpo encontrado é de Jesus Cristo, que viveu exatamente nesta época. É uma investigação sobre uma descoberta que não só ameaça os próprios fundamentos da religião ocidental, mas também pode destruir a paz da região.

________________________________________

Filme #7 | A Missão

Realizador: Roland Joffé

Duração: 126 min.

Ano: 1986

Sinopse: Portugal e Espanha decidem determinar as fronteiras da América do Sul (Séc. XVII), a fim de limitarem o poder dos jesuítas e, eventualmente, procederem à sua expulsão. Para este trabalho é nomeado, pela Santa Sé, o Cardeal Altamiro, que deverá definir e organizar as fronteiras. O Padre Gabriel mergulhou na selva guarani, para contactar com os indígenas, que haviam assassinado um missionário jesuíta. Ali conheceu Rodrigo Mendonza (Robert de Niro), um antigo mercenário, comerciante de escravos que, por ter morto, em duelo, o seu próprio irmão, Felipe Mendonza (Aidan Quim), por causa de uma mulher, que os dois disputavam, Carlotta (Cherie Lunghi), se retirou para cela de um convento jesuíta, convencido que o seu pecado não tinha perdão. Seis meses passados, depois dessa reclusão voluntária, aceitou o desafio da penitência redentora, que lhe foi proposta pelo Pe. Gabriel, o que acabou por o levar a colocar-se ao serviço da comunidade, que até então perseguira, construindo, com esse sacerdote, a missão guarani de S. Carlos, acabando, ele mesmo, por também se tornar jesuíta. Anos mais tarde, um novo tratado é assinado em Madrid, entre Portugal e Espanha, através do qual ficou oficialmente decidida a expulsão dos jesuítas e o encerramento de todas as missões. Os jesuítas, numa clara desobediência à ordem papal, que os mandara retirar, imediatamente, das missões, preferiram ficar com a comunidade, recusando-se a abandoná-los à sua sorte. Mas, dentro desta decisão, o Padre Gabriel tomou o caminho daquilo a que chamou "o caminho do amor", enfrentando os militares, elevando o Santíssimo Sacramento, sendo morto, com Jesus em suas mãos, ao passo que, Rodrigo Mendoza e os outros jesuítas da missão, renunciando aos votos, empunharam as armas, comandando os guaranis da missão de S. carlos, na resistência à expulsão.

________________________________________

Filme #6 | Que mal fiz eu a Deus?

Realizador: Philippe de Chauveron

Duração: 97 min.

Ano: 2014

Sinopse: Marie e Claude Verneuil são um casal tradicional da velha escola. Uma respeitada família católica da classe média alta com quatro filhas. Isabelle, Odile e Ségolène contraem casamentos multiculturais com Rachid (advogado muçulmano), David (empreendedor judeu) e Chao (gestor de origem chinesa) respetivamente. Quando a última filha, Laure, anuncia a sua intenção de casar com Charles, os seus pais ficam encantados. Um casamento tradicional, finalmente! Mas eis que Laure os informa de algo que tudo muda. Marie cai em depressão e Claude tenta sabotar o casamento.

________________________________________

Filme #5 | A última caminhada

Realizador: Tim Robbins

Duração: 122 min.

Ano: 1995

Sinopse: Este filme retrata a história verídica da Irmã Helen Prejean, interpretada pela atriz Susan Sarandon, que acompanha os últimos dias de um condenado à morte, Matthew Poncelet (interpretado por Sean Peen), por violação e homicídio de um jovem casal. A missão da Irmã Helen é reabilitar humanamente este homem que jura inocência até aos momentos que antecedem a injeção letal que lhe é administrada.

________________________________________

Filme #4 | Testemunhos de sangue

Realizador: Michael Caton-Jone

Duração: 115 min.

Ano: 2005

Sinopse: Bósnia, Cambodja, Sudão, Ruanda... e outras histórias de genocídios nos diversos continentes, que continuam a repetir-se até hoje. Neste filme procura-se resgatar a história (ainda a fazer-se) do massacre do Ruanda (1994) em que morreram cerca de um milhão de pessoas, entre Hutus e Tutsis. A ação centra-se numa escola da capital onde se aglomeraram cerca de 2500 dos perseguidos, forças de segurança internacionais (ONU), um padre católico (gestor da escola) e um jovem professor. Do lado de fora dos portões da escola encontram-se os agressores. Salvar a própria vida ou permanecer ao lado das vítimas? Este é, segundo o filme, o dilema do Pe. Christopher e do professor Joe. A mesma pergunta é atribuída ao posicionamento da comunidade internacional, neste caso retratada pela ONU. A dúvida prática foi contudo: poder-se-iam utilizar as armas de fazer a paz para matar os cães que devoravam os corpos dos mortos, já que não podiam ser utilizadas para proteger as pessoas?

________________________________________

Filme #3 | A boa mentira

Realizador: Philippe Falardeau

Duração: 110 min.

Ano: 2014

Sinopse: Mamere, Theo e Abital são filhos do chefe de uma pequena aldeia no Sudão do Sul. Quando um ataque das milícias destrói toda a aldeia e mata os seus pais, Theo é forçado a liderar um grupo de jovens sobreviventes e levá-los para um lugar seguro. Nesse árduo percurso, vão encontrando outras crianças em fuga. Entre elas está Jeremiah, de 13 anos, um rapaz inteligente e destemido que os ajuda a chegar com vida ao campo de refugiados de Kakuma, no Quénia. Anos mais tarde, Mamere, Paul, Jeremiah e Abital têm a oportunidade de deixar o campo e de se estabelecerem nos EUA. Mamere, Jeremiah e Paul vão para o Kansas e Abital para Boston. Ao chegarem a Kansas, são recebidos por Carrie Davis, uma agente de empregos que foi destinada para lhes conseguir emprego, condição de permanência no país. Após um tempo, Carrie consegue que Abital se mude para a sua própria casa, para ela poder permanecer junto dos seus irmãos, no Kansas. Quando tudo parecia estar tranquilo, Mamere recebe uma carta vinda do campo de refugiados, dizendo que Theo, o seu irmão mais velho, ainda estava vivo e estava no campo de refugiados. Theo entregou-se aos soldados do norte quando estes estavam prestes a descobri-lo e às outras crianças, salvando, em especial, Memere, que foi quem os soldados avistaram primeiro. Mamere vai ao Quénia para trazer o seu irmão para os EUA, mas as condições políticas mudaram.

É uma história baseada em factos reais, com atores viveram de perto a experiência mostrada no filme.

________________________________________

Filme #2 | A rapariga que roubava livros

Realizador: Brian Percival

Duração: 135 min.

Ano: 2013

Sinopse: Liesel Meminger é uma menina de nove anos que vive em Munique com a sua família adoptiva, durante os difíceis anos da Segunda Grande Guerra. Ensinada a ler por Hans, o seu novo pai, ela entrega-se aos livros que rouba. E é assim que nasce uma amizade profunda com Max, um jovem judeu que vive escondido na cave de sua casa e que, tal como ela, se refugia na literatura para escapar à dura realidade. Mas, um dia, ele é obrigado a partir, deixando Liesel mergulhada em desespero. Narrado pela voz da morte, um filme dramático baseia-se no livro homónimo do australiano Markus Zusak.

________________________________________

Filme #1 | Silêncio

Realizador: Martin Scorsese

Duração: 161 min.

Ano: 2016

Sinopse: No ano de 1633, dois padres jesuítas vindos de Portugal - Sebastião Rodrigues (Andrew Garfield) e Francisco Garrpe (Adam Driver) - viajam de Macau para o Japão, sob ordens da igreja, na esperança de encontrarem o seu mentor, o padre Cristóvão Ferreira (Liam Neeson), que alegadamente teria renunciado publicamente à fé cristã (apostasia). Depois de uma longa viagem, os dois sacerdotes deparam-se com um país empobrecido e com uma população subjugada ao regime Tokugawa, que proibiu o Cristianismo ou quaisquer influências europeias no Japão. Os dois jovens religiosos testemunham a perseguição dos japoneses cristãos feita com grande crueldade pela mão do seu próprio governo. Os dois padres separam-se com Rodrigues a viajar até ao campo, interrogando-se sobre o silêncio de Deus face ao sofrimento dos seus filhos.

Dos três jesuítas portugueses, apenas um deles - Cristóvão Ferreira - é uma figura real. A personagem de Sebastião Rodrigues é baseada na figura do jesuíta italiano Giuseppe Chiara que foi ao Japão procurar o Padre Ferreira, integrado num grupo de dez missionários; Francisco Garupe é uma personagem fictícia.

Este filme é baseado no romance “Silêncio” (Chinmoku, 1971) do autor japonês Shusaku Endo.

PARTILHAR IMPRIMIR
Departamento para as Missões
Contactos
Coordenador

Sara Poças

Quer dar uma ideia à Arquidiocese de Braga com o objectivo de melhorar a sua comunidade?

Clique Aqui

Quer dar uma sugestão, reportar um erro ou contribuir para a melhoria deste site?

Clique Aqui