Arquidiocese

Beato Bartolomeu dos Mártires já é Santo
[+info]

Desejo subscrever a newsletter da Arquidiocese de Braga
9 Set 2019
Programa Pastoral 2019+20
“Levantar-se e semear esperança” é o tema do novo ano pastoral.
PARTILHAR IMPRIMIR
 

Entramos na terceira etapa deste plano pastoral centrado na virtude da "esperança". Num movimento centrífugo, partimos do nosso encontro pessoal com Jesus Cristo, para tecer comunidades acolhedoras e motivadas à missão. Só é possível sair em missão assim: através da contínua transformação de cada cristão, que se compromete com a missão da Igreja.

Agora, saímos da comunidade em missão, com alegria, transbordando de esperança. "Como discípulos missionários, devemos entrar decididamente com todas as forças nos processos constantes de renovação missionária, pois, hoje, cada terra e cada dimensão humana são terra de missão à espera do anúncio do Evangelho" (Nota Pastoral da Conferência Episcopal Portuguesa para o Ano Missionário e o Mês Missionário Extraordinário, 5).

Neste triénio pastoral sobre a esperança traçamos uma missão: "A Igreja que está em Braga tem a missão de «ser o fermento de Deus no meio da humanidade, quer dizer anunciar e levar a salvação de Deus a este nosso mundo» (EG 114). Queremos «ser o lugar da misericórdia gratuita, onde todos possam sentir-se acolhidos, amados, perdoados e animados a viverem segundo a vida boa do Evangelho»" (EG 114). (cf. Arquidiocese de Braga, Programa Pastoral 2018/2019, 26-27). É para cumprir esta missão que a Igreja de Braga existe!

E sonhámos uma visão: "Gerar discípulos missionários e comunidades semeadoras de esperança que [...] assumam a inadiável renovação da Arquidiocese, com as suas Paróquias e Comunidades". (cf. Arquidiocese de Braga, Programa Pastoral 2018/2019, 27). É esta a meta que desejamos alcançar!

Um dos obstáculos ao crescimento e amadurecimento da vida espiritual pessoal e comunitária é a tentação em implementar demasiadas alterações programáticas. O crescimento de uma árvore precisa de tempo para criar raízes que lhe permitam sustentar o crescimento do tronco e dos ramos. Depois, mais tarde ou mais cedo, começam a despontar os primeiros frutos.

A missão que traçamos e a visão que sonhamos não se alcançam em nove meses (de Outubro a Junho). Esse é o tempo de um ano pastoral, o mesmo tempo necessária para a gestação de uma vida humana. O bom sucesso continua com o nascimento, os primeiros passos, a infância… até à maturidade. Neste sentido, decidimos continuar a responder ao desafio do Papa Fancisco de "uma renovação eclesial inadiável" (EG 33), permanecendo em "um caminho de Páscoa", dado à luz no último ano pastoral, que parece ser paradigma de novas iniciativas e conversão.

Duas palavras poderão acompanhar-nos: "levantar-se" e "multiplicar". Com o "levantar-se", nas pegadas da Jornada Mundial da Juventude, queremos olhar, de um modo preferencial mas não exclusivo, para o jovens: desafiá-los a sair do comodismo, a acolher o compromisso com Cristo e a missão de testemunhar Cristo vivo. "Ele vive e quer-te vivo" (CV 1)!

Com o "multiplicar" pretendemos fazer com que a árvore com frutos não seja uma só, mas que se manifeste nas comunidades através de grupos que serão, necessariamente, factor multiplicador da esperança.

Neste duplo movimento, com o que estas duas palavras poderão sugerir à criatividade de todos, vamos concretizando a renovação eclesial que continua a ser a meta de todo o agir pastoral.

PARTILHAR IMPRIMIR
Palavras-Chave:
Departamento para a Comunicação Social
Contactos
Director

P. Paulo Alexandre Terroso Silva

Morada

Rua de S. Domingos, 94 B
4710-435 Braga

TEL

253203180

FAX

253203190