Arquidiocese

ANO PASTORAL
"Juntos no caminho de Páscoa"

[+info e Calendário]

 

Desejo subscrever a newsletter da Arquidiocese de Braga
DM | 3 Fev 2023
D. Delfim Gomes convida a partilhar a luz da verdade e da esperança
Bispo Auxiliar de Braga presidiu pela primeira vez na Sé à Festa da Apresentação do Senhor.
PARTILHAR IMPRIMIR
  © Avelino Lima

A Arquidiocese de Braga celebrou ontem, na Sé Primacial, a festa da Apresentação do Senhor no Templo, uma tradição secular dedicada também à Purificação de Nossa Senhora. Presidiu à Eucaristia, depois da bênção das velas nos claustros, o novo bispo auxiliar, D. Delfim Gomes.

Na homilia, o prelado incentivou os fiéis a viverem o Evangelho e a partilharem com os outros "a luz verdadeira que veio ao mundo e a todo o homem ilumina", Jesus Cristo.

"A luz identifica-se com a vida que Jesus comunica. E se o cristão recebeu a luz de Deus por meio de Cristo, torna-se ele próprio uma chama divina e responsável por iluminar o mundo por essa mesma luz", disse D. Delfim Gomes.

O prelado vincou que Jesus é para os cristãos "a grande luz de esperança", que guia na noite, nas trevas.

Porém, alertou que «todas as luzes e velas pouco valor terão», se os cristãos não viverem no "Evangelho de Jesus a verdadeira luz que ilumina" as suas vidas.

Dirigindo-se aos fiéis, D. Delfim Gomes lembrou que a Luz "aponta para a Páscoa", que "é a festa da luz por excelência", e que as velas que foram benzidas momentos antes "são símbolo de Cristo, glória de Israel e luz nas nações, e também símbolo do Seu poder e da Sua missão messiânica".

Quarenta dias depois do Natal, a Igreja celebrou o dia em que Maria e José apresentaram Jesus ao Templo de Jerusalém. 

"Esta festa também se podia chamar a festa da luz de Cristo que veio iluminar das trevas o coração dos homens de todas as latitudes e épocas da história", considerou D. Delfim Gomes.

A festa da Apresentação do Senhor no Templo é uma data também dedicada à Purificação de Nossa Senhora, a Senhora da Luz ou Senhora das Candeias.

Esta celebração destina-se a honrar a Virgem Maria, Mãe de Jesus, que após o nascimento do Seu Filho teve de ir ao Templo de Jerusalém apresentar o Menino Jesus e para ela se purificar.

"Levando o Seu Filho a Jerusalém, a Virgem Mãe oferece-O a Deus como verdadeiro cordeiro que tira os pecados do mundo. Apresenta-O a Simeão e a Ana como anúncio da redenção, apresenta-O a todos como luz para um caminho seguro pela via da verdade e do amor", disse o prelado.

Neste dia, a Igreja celebrou também o Dia da Vida Consagrada. D. Delfim Gomes agradeceu pelo dom que a vida consagrada representa na suas diferentes formas e expressou reconhecimento e estima por quem se consagra totalmente a Deus. "Que todos os consagrados consigam irradiar sempre e em toda parte o amor de Cristo, luz do mundo", desejou.  

Antes da Eucaristia, que foi solenizada pelo Coro do Seminário, o bispo auxiliar presidiu à cerimónia de bênção das velas nos claustros. Já com as velas acesas, o prelado convidou as dezenas de fiéis a caminharem para o interior da Sé com "a luz da fé bem acesa".

PARTILHAR IMPRIMIR
Departamento Arquidiocesano para a Comunicação Social
Contactos
Director

P. Paulo Alexandre Terroso Silva

Morada

Rua de S. Domingos, 94 B
4710-435 Braga

TEL

253203180

FAX

253203190