Arquidiocese

ANO PASTORAL
"Onde há amor, aí habita Deus"

[+info e Calendário]

 

Desejo subscrever a newsletter da Arquidiocese de Braga
Sandra Maria Vale, Bruno Luís Rodrigues e Ir. Maria José Oliveira | 13 Nov 2022
30 dias de oração com D. Delfim Gomes-Dia 10
Domingo, 13 de novembro - Ordenações Episcopais em Bragança‐Miranda
PARTILHAR IMPRIMIR
  © DR

A Ordenação episcopal é, naturalmente, um dos momentos mais importantes na vida do Bispo. A Ordenação do Bispo é feita dentro da Missa solene, devendo ser pelo menos três os Bispos concelebrantes a consagrar o eleito (Cf. Cerimonial dos Bispos 1133-1137). Tal como explica o Pontifical Romano, na Ordenação do Bispo, “a matéria é a imposição das mãos dos Bispos consagrantes ou, pelo menos, do Consagrante principal”. Quanto à forma, a Ordenação é constituída pelas palavras da Oração consecratória. É pela imposição das mãos e pelas palavras da consagração que se confere a graça do Espírito Santo e se imprime o carácter sagrado ao ministério, que torna o Bispo representante do próprio Jesus Cristo (Lumen Gentium 21).

Nos últimos setenta anos, Bragança acolheu duas ordenações episcopais de membros do presbitério desta Diocese. Em 2 de outubro de 2011, D. José Manuel Garcia Cordeiro, atual Arcebispo Metropolita de Braga, foi ordenado Bispo de Bragança-Miranda na igreja Catedral desta Diocese, em celebração presidida por D. José da Cruz Policarpo, Cardeal Patriarca de Lisboa. Em 29 de junho de 1955, na igreja do Seminário de Bragança, teve lugar a ordenação de D. Manuel António Pires como Bispo de Ália e Coadjutor de Silva Porto, tendo sido Bispo sagrante D. Abílio Augusto Vaz das Neves e Bispos concelebrantes os prelados de Vila Real e de Lamego. Constatamos que a Ordenação de um Bispo em território da Diocese brigantina, é um acontecimento incomum, o que confere ainda maior importância de tal realização para a Igreja local.

Com os olhos colocados na Ordenação episcopal de D. Delfim Gomes, dirigimos a nossa oração ao Senhor Deus, repetindo a súplica que o Bispo ordenante profere na Ordenação, após a Promessa do Eleito: “Oremos, irmãos caríssimos, para que a bondade de Deus omnipotente, providenciando ao bem da sua Igreja, conceda a este Eleito a abundância da sua graça” (Rito da Ordenação do Bispo 41).

PARTILHAR IMPRIMIR
Departamento Arquidiocesano para a Comunicação Social
Contactos
Director

P. Paulo Alexandre Terroso Silva

Morada

Rua de S. Domingos, 94 B
4710-435 Braga

TEL

253203180

FAX

253203190